sábado, 24 de março de 2012

Por que o ceticismo é um problema para o conhecimento proposicional?


Antes de responder a pergunta, faz-se necessário entender o que significa cada um. Vamos a eles: O conhecimento proposicional é o conhecimento de fatos ou de proposições verdadeiras, como por exemplo, Lauro tem um metro e noventa e três de altura. Já o ceticismo se divide em duas formas, o ceticismo pirrônico (prático) e o ceticismo filosófico (teórico); o primeiro refere-se à suspensão de juízo diante de evidencias que tem a mesma força (eqüipolentes), ou seja, quando não temos evidencias suficientes para tomar uma decisão, seja a favor ou contra o argumento A, seja a favor ou contra o argumento B, suspendemos o juiz; o segundo parte de afirmações de que o conhecimento não é possível, pois é necessário dar uma justificação última para o conhecimento. Nesse sentido, o ceticismo torna-se um problema para o conhecimento proposicional, especialmente porque o conhecimento proposicional admite juízos de valor, ele pode ser afirmado ou negado, ao passo que para o cético nada pode ser afirmado ou negado. Cabe ainda atentar para o paradoxo cético, quando o filósofo cético faz qualquer tipo de afirmação ele recaí neste paradoxo, pois o mesmo advoga que nada pode ser afirmado, portanto como pode fazê-lo? 

Jeimison Macieira
Disciplina: Teoria do conhecimento

Nenhum comentário:

Postar um comentário